Os 11 principais mitos da usinagem CNC

A usinagem CNC nunca foi tão acessível, mas é importante dissipar alguns mitos comuns, se você quiser ter sucesso neste mundo.

Os 11 principais mitos da
Usinagem CNC

 

A usinagem CNC, em particular, pode deixar as pessoas coçando a cabeça. Muitos acreditam que o CNC é um pedaço de bolo e mergulharão em águas desconhecidas sem a devida pesquisa e treinamento. Outros evitarão totalmente a usinagem CNC, por medo de que seja uma empresa muito grande. A verdade é que a usinagem CNC pode ser extremamente acessível, mas é útil entender o que é e o que não é antes de começar. Abaixo, dissiparemos alguns mitos comuns.

 

Os 11 principais mitos da usinagem CNC

Mito #1: Nenhuma experiência é necessária

 

Os fabricantes de máquinas em todo o setor reivindicam a facilidade de utilização do CNC. Os mais recentes centros de usinagem são equipados com sistemas de programação visual, pré-configuradores automáticos de ferramentas, sondas de trabalho de alta tecnologia e uma ampla variedade de ferramentas e complementos para simplificar o processo de usinagem. Porém, no final das contas, uma máquina é tão boa quanto seu operador e leva tempo para familiarizar-se com o processo do CNC e com as ferramentas e procedimentos necessários para produzir peças de qualidade de maneira eficaz e consistente.

Para quem é iniciante na usinagem CNC, é sempre melhor procurar ajuda daqueles com mais experiência. O treinamento está disponível on-line e pessoalmente pela maioria dos revendedores de máquinas. Os fornecedores de ferramentas e materiais podem ajudar a educar os usuários sobre cortadores, feeds / velocidades, retenção de trabalho, etc.

Os fóruns on-line são um excelente recurso para postar problemas e buscar soluções para os desafios que você possa estar enfrentando. Sempre há algo novo para aprender no mundo da usinagem CNC.

 

Os 11 principais mitos da usinagem CNC

Mito #2: “Defina e esqueça”

 

Há um mal-entendido comum de que, depois de executar uma peça em um CNC, ele continuará produzindo componentes de alta qualidade sem problemas. Ele é verdade que tem havido avanços significativos na automação de máquinas: A tecnologia moderna (alimentadores de barras, carregadores de peças, sistemas de paletes e mais) fizeram “lights-out fabricação” mais acessível.

Ainda assim, sempre surgirão problemas. Ferramentas quebram. Mudança de peças. As pastilhas se desgastam. Mais cedo ou mais tarde, será necessário que os operadores intervenham para manter a qualidade da peça e corrigir ou evitar problemas na máquina.

 

Os 11 principais mitos da usinagem CNC

Mito #3: Previsibilidade do tempo de produção

 

Com o advento dos modernos sistemas CAD / CAM, tornou-se cada vez mais simples calcular o tempo de produção para um determinado componente. Você pode rastrear o tempo de ciclo para qualquer número de peças e até determinar o tempo de execução para operações específicas de ferramentas.

Todas essas informações são fantásticas para citar e estimar quanto tempo da máquina será gasto em uma ordem específica. Dito isto, a usinagem CNC nunca é perfeita. Pode ser difícil prever quando uma determinada ferramenta falhará ou quando um equipamento quebrará e exigirá manutenção.

Existem inúmeras maneiras de gerar atrasos na produção; portanto, é sempre melhor agir com cautela ao tentar prever o tempo de produção no seu CNC.

 

Os 11 principais mitos da usinagem CNC

Mito #4: o código G / M é uma coisa do passado

 

Para usinar uma peça, um CNC precisa saber quais operações executar e como executá-las. Para isso, os operadores costumavam digitar uma longa série de números e letras (conhecidos na indústria como código G ou código M) que eram usados ​​para se comunicar com a máquina e fazê-la executar suas funções.

Hoje, a grande maioria das lojas conta com sistemas 3D CAM (fabricação auxiliada por computador) para definir suas ferramentas, peças, caminhos de corte, ciclos de perfuração e muito mais. Da mesma forma, muitas máquinas dependem de sistemas de programação visual que permitem aos operadores programar peças simplesmente adicionando algumas dimensões a uma biblioteca de operações de usinagem de estoque.

Dadas essas ferramentas avançadas de programação, o código G / M deve estar obsoleto, certo? Errado. Seja um sistema visual na máquina ou o software CAM mais recente, todos estão produzindo código. O mesmo código G e M que os operadores usam há décadas, apenas sem a dor de cabeça de digitá-lo manualmente. Esse código ainda pode ser editado e ajustado pelos operadores para melhorar a eficiência de corte, ajustar as compensações, alterar os caminhos da ferramenta e muito mais. Mesmo um programador CAM qualificado se beneficiaria de uma compreensão básica do código bruto, pois pode ser essencial na solução de erros e na identificação de áreas problemáticas durante a usinagem.

 

Os 11 principais mitos da usinagem CNC

Mito #5: Tudo é automatizado

 

Vimos avanços incríveis no mundo da automação de máquinas. Muitas dessas tecnologias foram adotadas por grandes fabricantes para aumentar a capacidade e acelerar a produção. Dito isto, mesmo o sistema mais robusto de tecnologia de automação não funcionaria sem operadores e programadores qualificados.

As máquinas falham e é preciso um ser humano para colocar o sistema em funcionamento novamente. Seria imprudente investir muito tempo e dinheiro na mais recente e melhor tecnologia sem uma equipe de profissionais experientes do CNC supervisionando a operação. Embora o equipamento de automação disponível hoje seja impressionante e empolgante, a maioria das lojas não está nem perto da automação completa, contando com maquinistas e programadores talentosos para projetar e fabricar suas peças.

 

Os 11 principais mitos da usinagem CNC

Mito #6: a usinagem CNC é cara

 

A usinagem CNC está se tornando cada vez mais acessível. A combinação do software CAD / CAM e dos modernos centros de usinagem tornou mais fácil do que nunca participar da concepção à produção.

Os recursos integrados do CNC permitem que os operadores configurem as peças mais rapidamente do que nunca, e as ferramentas de corte atuais e as operações de usinagem em alta velocidade reduziram significativamente os tempos de ciclo.

Ainda pode ser bastante caro executar peças em pequenas quantidades, devido aos mínimos da loja e ao tempo do operador / programador envolvido em cada trabalho do CNC, mas à medida que o número de produção aumenta, os preços das peças podem cair exponencialmente.

 

Os 11 principais mitos da usinagem CNC

Mito #7: CNC não é para os pequenos negócios

 

Isto é simplesmente um dos maiores mitos. Com mais e mais fabricantes de máquinas competindo por espaço no mercado, os equipamentos CNC nunca foram tão acessíveis. Os centros de usinagem são de todas as formas e tamanhos; portanto, lojas menores não se limitam ao espaço físico.

A maioria dos fornecedores de equipamentos oferece máquinas em uma variedade de modelos com uma ampla gama de recursos opcionais, o que significa que os clientes podem fazer um pedido personalizado de um CNC para atender seu orçamento e especificações exatos. Embora ainda em sua infância, vimos um mercado crescente também de máquinas CNC de mesa. Você poderia literalmente ter uma funcionando em um pequeno escritório ou sala de aula.

 

Os 11 principais mitos da usinagem CNC

Mito #8: Programadores CNC não precisam saber como usinar

 

Os melhores programadores trabalham em estreita colaboração com os operadores para entender os detalhes do processo de usinagem. Muitos programadores começam como maquinistas. As informações coletadas de tempos em tempos na máquina são inestimáveis ​​ao sentar-se para trabalhar em um ambiente CAM.

Ao criar um programa, há vários fatores a serem considerados, incluindo retenção de trabalho, comprimento da ferramenta, tipos de cortador, velocidades / avanços, caminhos de usinagem e muito mais. Não é incomum que novos programadores gerem um programa que funcione lindamente em seu software CAM, apenas para ver como ele falha miseravelmente quando atinge a máquina. Embora você possa aprender a programar com sucesso sem experiência em usinagem, será um caminho longo e desafiador.

 

Os 11 principais mitos da usinagem CNC

Mito #9: Uma máquina CNC pode fazer qualquer coisa

 

Não faltam vídeos on-line impressionantes, destacando os recursos mais recentes dos modernos centros de usinagem. As fresas multieixos e os tornos de ferramentas ativas produzirão alguns dos componentes mais bonitos e complexos que você já viu. Dito isto, mesmo a peça mais avançada de equipamento CNC tem suas limitações. Compreender as capacidades de um CNC é fundamental ao projetar e fabricar peças. Alguns recursos simplesmente não podem ser usinados.

Isso pode ser devido a uma restrição específica da máquina, como amplitude de movimento ou corte do envelope. Também pode ser dependente de fatores que vão além do próprio CNC, como ferramentas, tipo de material, geometria da peça e muito mais. Os modernos centros de usinagem CNC podem fazer coisas incríveis, mas sempre pode chegar um momento em que seus limites serão alcançados.

 

Os 11 principais mitos da usinagem CNC

Mito #10: CNCs são construídos para durar

 

Goste ou não, as máquinas CNC quebram. Eles operam sob muito estresse e estão sujeitos a quantidades incríveis de desgaste. A execução de operações complexas de usinagem em alta velocidade acabará cobrando seu preço, e mais cedo ou mais tarde a manutenção da máquina se tornará uma necessidade.

Um operador qualificado não apenas poderá operar a máquina, mas também poderá corrigi-la quando ocorrerem inevitavelmente falhas. Um cronograma de manutenção preventiva é altamente recomendado para limitar o tempo de inatividade da máquina e evitar paradas desnecessárias.

 

Os 11 principais mitos da usinagem CNC

Mito #11: Vimos tudo no mundo do CNC

 

A indústria de transformação está em constante crescimento e evolução. Os avanços na usinagem CNC tornaram a tecnologia que parecia futurista facilmente acessível para pequenas lojas, entusiastas e educadores. A fabricação de aditivos decolou e apenas começamos a capitalizar tudo o que a impressão 3D tem a oferecer.

Nunca houve um momento melhor para se envolver no mundo da usinagem CNC, e será emocionante ver quais novos produtos e equipamentos se tornarão disponíveis nos próximos anos.

Compartilhe esse artigo

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email